APROVEITANDO CADA OPORTUNIDADE

Ap. Francisco Nicolau

 

“Tenham cuidado com a maneira como vocês vivem; que não seja como insensatos, mas como sábios, aproveitando ao máximo cada oportunidade, porque os dias são maus.” (Efésios 5:15-16).

O momento em que vivemos é o da “correria”, maximizar o tempo, ser proativo, gerenciar, administrar, etc., são palavras do nosso cotidiano e temas de inúmeros artigos, livros e cursos.

É a grande competição do mercado, a obrigação de se chegar primeiro para a conquista dos melhores postos, negócios, a busca para tornar-se uma pessoa bem sucedida.

A Palavra de Deus fala sobre isso mas enfatizando outro aspecto, o eterno.

O cuidado de Deus para com a humanidade abrange todos os aspectos da vida, nada é desconsiderado na economia divina.

Para o homem, Deus deixou em Sua Palavra todas as orientações que servem de normas para uma vida saudável, equilibrada e vitoriosa.

O segredo está no nosso coração e na dependência d’Ele.

Gosto muito da experiência da conversão de Cornélio e sua família.

O instrumento foi o Ap. Pedro que estava com “o coração certo, na lugar certo e atento à voz do Espírito Santo”.

Vejamos o texto abaixo:

No dia seguinte, por volta do meio-dia, enquanto eles viajavam e se aproximavam da cidade, Pedro subiu ao terraço para orar. Tendo fome, queria comer, enquanto a refeição estava sendo preparada, caiu em êxtase. Viu o céu aberto e algo semelhante a um grande lençol que descia à terra, preso pelas quatro pontas, contendo toda a espécie de quadrúpedes, bem como répteis da terra e aves do céu. Então uma voz lhe disse: Levante-se, Pedro; mate e coma. (Atos 10:9-13 – NVI).

A passagem fala do contexto da conversão de Cornélio e a maneira tão especial como o nosso Deus desenvolveu seu plano.

Quero me deter um pouco na experiência de Pedro.

Enquanto aguardava a refeição, Pedro subiu ao terraço para orar.

Numa pequena fração de segundos, talvez poucos minutos, teve um experiência extraordinária com Deus.

Sem entrarmos em todos os aspectos tão ricos deste fato, quero pensar “no momento” em que Pedro viveu.

Deus falou com ele de uma maneira não comum, usando símbolos contrários a toda formação religiosa de Pedro, para lhe passar uma orientação importantíssima.

Pedro estava preparado, estava orando, aproveitando aquele breve momento enquanto a refeição estava sendo preparada.

Um pequeno momento e grandes coisas aconteceram porque aquele homem estava com o coração no lugar certo.

Que oração que ele estava fazendo? Creio que de adoração.

Hospedado e bem instalado e em perfeita paz, talvez estivesse louvando a Deus pelo grande milagre da ressurreição, ou sobre a bondade de Deus para com todos os judeus.

Não esperou o Shabat ou o primeiro dia da semana para cultuar e orar, àquele momento era propício, todos os momentos o são.

Deus procura homens assim, de todos os momentos e não apenas homens “santos nos dias de cultos”.

Homens que consideram todos os lugares santos e não somente o templo de sua igreja.

Adoradores de todos os momentos, que O adorem em Espírito e em Verdade. (João 4:24).

Ele não estava à mesa aguardando a refeição e contando piadas, aguardava em oração e aproveitava aquele momento para adorar o Criador, Seu Senhor.

Onde estão estes homens? Onde estão estes tempos de espiritualidade?

Precisamos humildemente olhar no espelho e dizer à imagem que vemos:

Você é este homem, faça de seu tempo um tempo de espiritualidade.

Tudo é uma questão de decisão.

Tudo é uma questão de começar.

Tudo depende de você, o Eterno aguarda a sua decisão e atitude!

Precisamos fazer a diferença, mesmo que ninguém veja e não sejamos reconhecidos pela mídia evangélica, ainda que não recebamos os aplausos do povo, com certeza teremos a aprovação d’Aquele que tudo vê.

Creio que Deus está nos oferecendo um novo tempo de oportunidade, sempre é tempo, basta descobrirmos e aproveita-los.

Deus vos abençoe,

 

 



LEVE-NOS PARA SUA IGREJA!

Clique aqui e obtenha maiores informações.


ACOMPANHE NOSSA AGENDA

Clique aqui para acessar